sexta-feira, 12 de Outubro de 2012

Festa do Cinema Francês: Un Heureux Événement

*7/10*

Un Heureux Événement (ou Um Feliz Evento, em português) estreia-se por cá na Festa do Cinema Francês. Uma gravidez é o motivo desta longa-metragem de Rémi Bezançon (um dos realizadores do filme de animação Zarafa, já referido aqui), que a encara da forma mais sincera possível. Um retrato de uma família, desde o seu início, as dificuldades e os medos da maternidade.


“Ela encurralou-me e forçou-me a ir além dos meus limites. Ela fez-me confrontar o absoluto: o amor, o sacrifício, a ternura, o abandono. Ela fez-me sair do meu espaço, transformou-me. Porque é que ninguém me avisou? Porque é que ninguém falou sobre isto?",  interroga-se a protagonista. E serão muitas as questões a surgir no decorrer de Un Heureux Événement, uma comédia dramática que quer fazer toda a plateia reflectir.

Baseado no livro homónimo de Eliette Abécassis, o filme de Rémi Bezançon promete divertir mas também perturbar e tocar. Sem tabus, sem vergonha e com muito amor. Um desfazer de muitos mitos sobre a maternidade, num filme onde a gravidez é o centro de tudo, desde o momento em que duas pessoas se apaixonam, até ao evoluir da relação, com os seus altos e baixos.

No elenco, grande destaque para a excelente interpretação de Louise Bourgoin, que se entrega de corpo e alma a Barbara Dray, e é a própria alma deste filme. Depois de já se ter destacado como Adèle Blanc-Sec (2010), a actriz francesa mostra todo o seu talento fazendo-nos rir e chorar, ou mesmo sofrer com ela. Barbara é uma personagem forte e complexa, mas, ao mesmo tempo, tão igual a qualquer mulher, a qualquer mãe. Percorremos os seus medos, os seus sonhos, as suas tormentas, as suas alegrias e tristezas, e partilharemos o seu amor.

Un Heureux Événement revelou-se uma óptima surpresa e merece visualização na Festa do Cinema Francês (este sábado, dia 13, às 19h30, no Cinema São Jorge), onde concorre ao Prémio do Público.

2 comentários:

Sam disse...

Estou convencido, tenho de o ver assim que possível. Mesmo sem espreitar o trailer...

Cumps cinéfilos.

Inês Moreira Santos disse...

Acho que fazes muito bem. E sabe sempre melhor sem ver o trailer... :P

Cumprimentos cinéfilos :*