Hoje vi(vi) um filme: FESTin'17 no Cinema São Jorge até dia 8 de Março

domingo, 5 de março de 2017

FESTin'17 no Cinema São Jorge até dia 8 de Março

O 8.º FESTin - Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa começou no dia 1 de Março e prolonga-se até dia 8, no Cinema São Jorge, em Lisboa.


Bom cinema em português e não só é a proposta do FESTin, que traz à capital reconhecidos actores brasileiros como Mariana XimenesAndreia Horta, Pedro Cardoso, entre outros convidados.

Eis alguns dos filmes que ainda podem ser visto nos próximos dias do festival.

A Floresta das Almas Perdidas


É a primeira longa-metragem de José Pedro Lopes. A Floresta das Almas Perdidas é um filme que junta o drama ao terror e é exibido este Domingo, 5 de Março, às 17h30, na Sala Manoel de Oliveira. No local mais triste do mundo, dois estranhos conhecem-se. No entanto, um deles está feliz por estar ali.

Elis


Elis é o Filme de Encerramento da 8.ª edição do FESTin, no dia 8 de Março, pelas 21h00, na Sala Manoel de Oliveira. Realizado por Hugo Prata, a longa-metragem brasileira baseia-se na vida da cantora Elis Regina, desde a sua chegada ao Rio de Janeiro, aos 19 anos, até à sua morte precoce.

BR 716


BR 716, de Domingos de Oliveira, é exibido dia 5 de Março, às 19h00, na Sala Manoel de Oliveira. Os personagens principais deste filme estão quase sempre totalmente bêbedos. Trata-se de uma fábula da intensa boémia copacabanense que termina no golpe de 64. Era o auge do samba-canção de Antonio Maria e Dolores Duran em reacção talvez ao cinema americano, onde depois do primeiro beijo aparecia “The End” na tela e todos eram felizes para sempre.

Quase memória


Realizado por Ruy Guerra, Quase Memória passa no FESTin no dia 6 de Março, às 19h30, na Sala Manoel de Oliveira. O filme conta com Tony Ramos e Mariana Ximenes no elenco, que nos apresenta Carlos. Carlos jovem está diante do esquecimento de Carlos velho, que já não se lembra sequer do próprio rosto. Recebem um estranho pacote. O nó que o amarra, o cheiro, a letra no envelope: a encomenda só poderia ter sido enviada por seu pai, Ernesto, morto há anos. Um pai que sempre criou situações inusitadas.

O Próximo Samba


O Próximo Samba, de Marcelo Lavandoski, é exibido no dia 6 de Março, às 16h00, na Sala 3. O documentário retrata os bastidores da famosa Escola de Samba carioca, a Estação Primeira de Mangueira, um ícone do samba mundial. Documenta os passos que levaram esta escola até a grande vitória de 2016, após 14 anos sem ganhar um campeonato. O filme conta com a participação de Maria Bethânia, Alcione, Beth Carvalho, Rosemary e Carlinhos de Jesus.

Sob Pressão


Sob Pressão, realizado por Andrucha Waddington, é exibido a 7 Março, às 21h30, Sala Manoel de Oliveira. Num dia bastante tenso, os médicos de um hospital público do Brasil têm de tomar uma dura decisão quando três pacientes em estado grave precisam de socorro ao mesmo tempo. Com poucos recursos, têm de assistir-los a todos e lidar com a pressão social daquela situação.

Anjo da Guarda


Anjo da Guarda, filme de Margarida Gil, cuja obra é alvo de Retrospectiva nesta edição do FESTin, é também exibido a 7 de Março, pelas 20h30, na Sala 3. Lúcia volta à quinta da sua infância em busca da carta que o pai lhe deixou antes de se suicidar. Lá encontra Álvaro, um velho companheiro de infância, que reparte o pouco tempo de vida que lhe resta entre as rosas e o piano, e o Anjo da Guarda que a acompanha e protege nas suas deambulações nocturnas.

Mais informações sobre o FESTin e programação AQUI.

Sem comentários: