Hoje vi(vi) um filme: Crítica: Velocidade Furiosa 8 / The Fate of the Furious (2017)

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Crítica: Velocidade Furiosa 8 / The Fate of the Furious (2017)

"Dom! You gonna turn your back on Family?"
Letty



*6/10*

Os protagonistas de quatro rodas da saga Velocidade Furiosa têm sempre capacidades surreais e o seu público sabe que nestes filmes nada é impossível. No oitavo filme, agora sem Paul Walker mas com a restante equipa do costume, temos a oportunidade de assistir a carros zombies ou voadores. E o espectáculo começa - com duas actrizes oscarizadas no elenco.


Desta feita, Dom e Letty estão em lua-de-mel, Brian e Mia afastaram-se e a equipa encontrou algo semelhante a uma vida normal. Porém, quando uma misteriosa mulher (Charlize Theron) seduz Dom para o mundo do crime, de onde parece não ser capaz de escapar, ele acaba por trair aqueles lhe são mais próximos. De Cuba, passando pelas ruas de Nova Iorque até às planícies geladas do Mar de Barents, esta força de elite vai atravessar o mundo para impedir que um anarquista lance o caos no cenário mundial e trazer de volta a casa o homem que os tornou numa família.


Atrás da câmara está agora F. Gary Gray (realizador de Straight Outta Compton) que continua as acrobacias de James Wan ou Justin Lin. A pirataria informática e a ameaça nuclear tomam conta do enredo deste Velocidade Furiosa 8, onde a Família tem um papel preponderante e influencia todas as decisões das personagens. A traição de Dom é o motor que desencadeia todos os sobressaltos e aventuras. As perseguições continuam por terra ou sobre o gelo, as explosões sucedem-se e os carros têm poderes sobre-humanos (que se estendem de alguma forma também ao grupo protagonista), enfim, nada que nos surpreenda vindo desta saga que gosta de dar espectáculo.

De regresso estão Vin Diesel, Dwayne Johnson, Jason Statham, Michelle Rodriguez, Tyrese Gibson, Chris “Ludacris” Bridges, Nathalie Emmanuel, Elsa Pataky e Kurt Russell. A eles juntam-se duas actrizes vencedoras de OscarCharlize Theron e Helen Mirren, e ainda Scott Eastwood.


Acima de tudo, Velocidade Furiosa 8 traz consigo bom entretenimento para os amantes da saga, que sabem o que esperar. Muitos carros, muita acção, gargalhadas, alguma emoção e homenagens num filme onde o impossível adora acontecer.


*Créditos das imagens: Matt Kennedy e Universal Pictures

Sem comentários: